Literatura

A Batalha do Apocalipse

A Batalha do Apocalipse

A-batalha-do-apocalipseEm um mundo onde os humanos se enfrentam em uma guerra mundial colossal, o Anjo Renegado, Ablon, Primeiro General celestial, se vê obrigado a tomar uma posição e escolher um lado em uma guerra muito mais fatal e sangrenta: A Batalha do Apocalipse.

Expulso dos Céus pelo tirano Arcanjo Miguel antes mesmo da queda de Lucifer, Ablon e outros 17 anjos renegados vieram ficar presos na Terra, acusados de incitarem a rebelião contra os Céus. Sem saber que sua revolta foi o estopim para Lucifer iniciar sua própria rebelião, após sua queda, os 18 renegados se viram com anjos e caídos como inimigos, e sendo caçados por ambos os lados.

Agora, com o Apocalipse se aproximando, Lucifer o procura em busca de uma aliança, e enquanto os humanos matam uns aos outros com bombas e armas nucleares, Shamira, Feiticeira milenar, e seu amor de longa data é sequestrada por um Anjo Negro à mando de Miguel para impedir a aliança.

Entre o que ocorre no presente e flashbacks de sua trajetória que datam desde antes da queda da Torre de Babel, acompanhe a história do Anjo Renegado nesta trama emocionante onde um mero anjo vai ter que enfrentar gigantes para salvar o destino da humanidade.

Eduardo Sporh, um dos grandes nomes da literatura fantástica brasileira, trás a tona um dos maiores medos dos religiosos em uma trama inteligente e bem estudada, com direito a glossário e uma linha cronológica dos acontecimentos ao final do livro, capaz de te sugar para os acontecimentos do inicio ao fim.

 

Click to add a comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Literatura

Carioca, cosplayer, louca por seriados, escritora nas horas vagas e traça de livros em tempo integral!

More in Literatura

A Sereia Negra, de Vinicius Grossos

Juliana Carvalho7 agosto, 2015

Escola de Um Destino

Juliana Carvalho9 junho, 2015

Pecadores: a juventude, seus problemas, e a jovem autora

Juliana Carvalho5 junho, 2015

Tá Grudado, Tá Glued!